Entenda os termos usados na comunidade Android

Primeiro de tudo, uma ótima notícia: O pessoal do AndroNerd (de quem estou surrupiando este post) está voltando às atividades e voltarão a trazer ótimos posts sobre Android. Estamos esperando ansiosamente.

Você, que usa o seu espertofone só para o básico, mas quer parender mais um pouco sobre o aparelho, fazer algumas modificações ou mesmo só gosta de ler sobre o sistema operacional do Google, mas às vezes fica perdido com tantos termos que nunca ouviu falar, eis a solução!

Aqui estão reunidos alguns dos tempos mais comuns do mundo androidiano, o que pode facilitar o seu entendimento em alguns textos, nossos ou espalhados pela web. Caso não tenha algum termo abaixo e você queira saber o significado, só deixar no comentário que responderemos o mais breve possível.

- ADB (Ponte de depuração do Android): É uma ferramenta utilizada para alterações grandes em aparelhos, o ADB é basicamente um “emulador” do celular, pois ele é quem comunica o celular ao computador de uma forma fácil, ao aterar uma ROM ou usar um wipe reset em alguns aparelhos é requisitado o uso de um ADB pois ele é quem irá permitir que você altere partes internas do aparelho via o computador.

- ADT: (Ferramentas para desenvolvedores android) : É uma extenção do eclipse que tem como objetivo ajudar o desenvolvedor criando app’s mais rapidamente.

- APK : A extensão .APK é quem idica que o arquivo é um aplicativo para Android, ele é basicamente a parte “executável” do app, ele quem armazena e executa os dados de algum jogo, resumindo é o aquivo que instala o jogo ou aplicativo em um aparelho android.

- APK: Abreviação da palavra Aplicativo.

- Automatic Birghtness: Brilho automático do android, geralmente o sistema usa um sensor de luminosidade e de acordo com o nível de exposição à luz do aparelho o sistema configura o brilho da tela.

- Baseband: É basicamente uma série de arquivos que são integrados ao sistema e ao Kernel, eles farão que todas as antenas do aparelho funcionem perfeitamente e se conectem as torres de sinal no seu país,muitas vezes quando se compra um aparelho no exterior é necessária a troca da baseband.

- Boot: É a inicialização do aparelho, é quando o sistema está sendo carregado.

- Boot Animation: São as aberturas com o nome do fabricante ou o nome da operadora junto à alguma apresentação do aparelho,elas se inciam no desligamento ou quando se liga o telefone.

- Bootlooping /Loop infinito: É quando o Kernel não consegue iniciar o aparelho,seja por uma falha na leitura do sistema ou no próprio kernel, assim ele volta pro início do carregamento fazendo um loop.

- Browser: É o navegador de qualquer aparelho, até mesmo quando um aparelho não é uma android, o navegador da internet dele se chama browser.

- ClockWorkMod Recovery, CMW: É uma forma de recuperação diferenciada muito utilizada na aplicação de ROM’s ou para fazer “wipe data reset” em um aparelho, para mais informações sobre “Recovery” procure abaixo.

- Cf-Root: É um modo de “rootear” o Samsung Galaxy SII desenvolvido pelo Chainfire que pertence ao grupo XDA developers,a diferença dessa forma de root para as outras é que neste modo o contador de ROM’s Samsung Galaxy SII não é ativado.

- Contador de ROM’s: Ao lançar o Galaxy SII a Samsung integrou um sistema que conta quantas vezes o aparelho teve sua ROM trocada, assim ao levar o aparelho para a assistência por algum defeito o contador diz que a ROM foi trocada, assim anulando a garantia do aparelho.

- CPU (nidade Central de Processamento): É simplesmente o nome dado ao processador e seus auxíliares, a CPU é quem processa e dá informações de como prosseguir durante a execução do sistema ou de algum aplicativo.

- Download Mode: É o processo de comunicação entre um computador e o aparelho sem a ajuda do sistema. Ele é muito usado para instalação firmwares ou para alterações grandes no sistema, ao entrar em modo de download o sistema é totalmente desligado e o aparelho funciona apenas por meio de algum serviço mediador que irá permitir o acesso ao aparelho.

- Eclipse: É a ferramente usada por desenvolvedores de aplicativos, baseada no coneito de programação.

- Firmware: É uma série de arquivos que contem tudo para que o aparelho funcione, informações para que o aparelho saiba como prosseguir em certas ações.

- Flash: Quando se fala de android, fazer um flahs é basicamente o ato de instalar ou atualizar um componente do sistema, como firmware, kernel, etc.

- Force Close/Fechamento forçado: É quando o sistema não consegue ler um aplicativo e o fecha automaticamente para que o sistema não trave.

- GPU (Unidade de Processamento gráfico): É um microchip que serve como um “auxiliar” do processador, pois é basicamente a GPU quem trabalha em todo o gráfico de um aparelho, ela entra em ação toda vez que o aparelho está em uso.

- Jig USB: É quem permite acesso ao modo download da linha Galaxy S esse serviço também permite zerar o contador de ROM’s instalados nos Galaxy’s.

- Kernel: É com certeza o núcleo do sistema operacional de qualquer máquina inteligente, ele é quem comunica o software ao hardware basicamente, ele se inicia ao mesmo tempo que o aparelho é inciado, o Kernel é quem identifica uma peça de hardware ou um driver. O Kernel não sofre acesso do usuário pois qualquer alteração poderia danificar o aparelho, mesmo assim alguns usuários mais “hardcore” alteram o kernel para maior desempenho em algumas funções.

- Lag/lagfix/lag persistente: É um problema que causa pequenos travamentos nas transições de tela ou na abertura de algum aplicativo, esse problema é bastante encontrado no Samsung Galaxy S que usa o sistema de arquivos RFS que não é muito eficiente, o próprio kernel liga o uso de sistemas como como o ext2 ou ext4 que não causam os lag’s com tanta frequência .

- Launcher: É a tela de início do Android e de qualquer outro aparelho, basicamente se resume ao layout da home Screen e a gaveta de app’s

- Odex: Um aplicativo possui a extensão .apk certo? Mas dentro desses .apk’s existem aquivos com a extensão .odex que são carregadas junto com o sistema, por isso que ao abrir um aplicativo recentemente instalado o app se inicia com uma certa lentidão pois ele não foi carregado junto com o sistema e está sendo carregado naquele mesmo momento.

- Odin: Software usado em flash nas firmwares de alguns aparelhos Samsung.

- Overclock: É o ato de forçar um componente de hardware, nesse caso o processador , ao fazer um “overclock” você está obrigando o processador a trabalhar acima de uma frequência determinada pelo fabricante do aparelho ou do processador.

- Recovery: é o modo de restauração, onde se tem comando simplificados e com eles é possível realizar manutenções e corrigir alguns problemas de funcionamento do sistema. A versão original do Recovery Mode do Android é bem limitada pelos fabricantes e em alguns ela nem existe. Assim instalação de versões customizadas do Recovery é bem comum, processo adiciona várias funcionalidades, possibilitando inclusive o backup, restauração e troca de ROM através do próprio aparelho. A Custom Recovery mais conhecida é a CWM – ClockworkMod Recovery.

- ROM: Geralmente se denomina ROM uma versão diferenciada da firmware original do aparelho, essa ROM é desenvolvida por terceiros, e geralmente tem o objetivo de corrigir erros ou conseguir uma vantagem no desempenho da da ROM stock, além de geralmente mudar totalmente a forma como a aparelho se comporta e a sua interface.

- Root: Todo sistema operacional baseado na plataforma Unix possui um limite de acesso ao usuário para que alterações de grande porte não sejam feitas no sistema, quando se realiza o root o usuário ganha total liberdade de acesso ao aparelho podendo assim, alterar o kernel e basebands manualmente.

- Screen Capture/ Screen shot: Muito conhecido como screen shot é um aplicativo do sistema ou até mesmo baixado que permite sejam tiradas fotos do que é exibido na tela do aparelho,screen shots são basicamtente print screens em aparelhos android, e é necessário root, pode até ser conseguido sem root mas é provável que danifique o aparelho pois o aplicativo iria estar atravessando barreiras do próprio Unix.

- SDK: É muito conhecido pelos desenvolvedores, é a ferramenta usada para programação e desenvolvimento de aplicativos de sistemas baseados em uma plataforma aberta como o android e outros que são usados em PC’s como o Ubuntu.

- Stock ROM: Stock ROM é a versão do firmware que é nativa do aparelho é a que vem junto ao aparelho quando ele sai de fábrica, existem várias alterações para a Stock, uma delas é a Cyanogem Mod.

- Triângulo amarelho / SGSII Advert: É um aviso que aparece durante o boot no Samsung Galaxy SII ele aparece quando o kernel ou a ROM é alterada.

- Tweaks: Por favor não confunda com “tweets” pois tweaks são pacotes que ao serem executados geram mudanças no sistema.

- Unix: É Sistema Operacional portátil, criado por Ken Thompson, Dennis Ritchie, Douglas Mcllroy e Peter Weiner. Atualmente, Unix Nix é o nome dado a uma grande família de Sistemas Operacionais que partilham muitos dos conceitos dos Sistemas Unix originais, sendo todos eles desenvolvidos em torno de padrões como o POSIX (Portable Operating System Interface) e outros. Alguns dos Sistemas Operacionais derivados do Unix são: BSD (FreeBSD, OpenBSD e NetBSD), Solaris (anteriormente conhecido por SunOS), IRIXG, AIX, HP-UX, Tru64, SCO, Linux (nas suas centenas de distribuições), e até o Mac OS X (baseado em um núcleo Mach BSD chamado Darwin). Existem mais de quarenta sistemas operacionais *nix, rodando desde celulares a supercomputadores, de relógios de pulso a sistemas de grande porte.

- Widget: É um componente da interface gráfica do usuário (GUI), que inclui janelas, botões, menus, ícones, barras de rolagem, etc. No Android esses componentes são adicionados nas telas iniciais e fornecem funcionalidades especificas de determinados aplicativos, como previsão do tempo, cotação de moedas, relógio, etc.

– Wipe battery stats: O Android monitora constantemente o uso da bateria, salvando as informações no arquivo “/data/system/batterystats.bin”. Depois de muitas cargas e descargas parciais, é comum que o sistema passe a parar a carga antes que a bateria esteja completamente carregada, principalmente em aparelhos com muitas mudanças de ROMs. O Wipe Battery Status deleta o arquivo de estatísticas, fazendo com que o sistema “esqueça” o status incorreto da bateria. ATENÇÃO: Só faça Wipe Battery Stats com a bateria 100% carregada.

- Wipe cache: limpa os aplicativos que estão em cache, também uma ára do Dalvik, para que os aplicativos sejam executados do zero novamente. Ver Dalvik e Wipe Dalvik-CacheWipe Dalvik-Cache – O Dalvik cache é uma área de cache da Dalvik. O Dalvik acelera a execução dos aplicativos. Esse Wipe limpa esses programas executados pela Dalvik.

- Wipe data: Data são os dados do de aplicativos e sistemas, como agenda, senhas, etc. Esse Wipe limpa todos esses dados, sejam de usuário ou de sistema, deixando o sistema como se tivesse saido da fábrica, zerado.

- Full Wipe: É quando se apaga o Cache, Data e Dalvik.

Com certeza apenas alguns dos termos usados no mundo android estão aqui, por isso conto com a ajuda de todos vocês leitores para que possam nos indicar algum assunto ou termo não citado acima, esperamos que tenham descoberto tudo que não sabiam antes pois esse glossário foi especialmente pensado para você leitor.

Tags: , , , , ,

0 comments